Pastoral da Educação e Secretaria de Educação reúnem-se para executar projeto contra o suicídio com alunos nas escolas

Profissionais vão atuar na identificação de alunos com quadros depressivos

Secretaria de Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Lazer | Postado em: 25 de Outubro de 2019 | Por: CONVÊNIOS

O suicídio representa 1,4% de todas as mortes no mundo, tornando-se, em 2012, a 15ª causa de mortalidade na população geral. Entre os jovens de 15 a 29 anos, é a segunda principal causa de morte (OMS, 2017). No Brasil, no período entre 2011 e 2016, houve predominância de notificações de autoagressão e tentativa de suicídio na faixa etária da adolescência (10-19 anos), juntamente com adultos jovens (20-39) (MS, 2017).  

Preocupados com esses números alarmantes e discutir uma forma de detectar sinais de depressão em jovens e crianças das Unidades de Ensino da Rede Municipal, a Pastoral da Educação e Cultura da Igreja Católica de Redenção, representada pela Profª Lúcia Aurélio, Prof. José Rodrigues. Prof. José Paulo e a Profª Conceição e a Diretora do Departamento de Ensino da Secretaria Municipal de Educação, Cultura e Lazer (SEMEC), Arteglene Monte, que na ocasião representou o Secretário Vanderly Moreira que se encontra em Brasília, se reuniram nesta quinta-feira (24). Foram debatidas ações a serem desenvolvidas no âmbito escolar sobre questões relacionadas à depressão, envolvendo a saúde mental e prevenção ao suicídio.  Participaram ainda, diretores e coordenadores das escolas municipais.

O grupo já havia realizado alguns encontros, em que participaram profissionais na área de Psicologia e Psiquiatria, em que foram apontadas as direções e objetivos principais que serão executados. Na reunião com a equipe da SEMEC, foram fechadas novas parcerias.

Ficou definido que será formado um grupo de voluntários para atuar nas escolas e realizar “rodas de conversa”, a fim de conversar com os alunos sobre a questão da depressão, automutilação e ideação suicídio. O grupo também vai atuar na identificação de alunos com quadros depressivos e avaliar o tipo de apoio mais adequado para cada caso, seja de forma terapêutica ou clínica.

O que é a Pastoral da Educação?

É a presença evangelizadora da igreja no mundo da educação, possibilitando, por meio de processos pedagógicos, dinâmicos e criativos, o encontro das pessoas com os valores do Reino de Deus; ser um serviço estruturado para desenvolver ações específicas com educadores católicos, testemunhas da fé nas escolas de todos os tipos.

O Secretário Vanderly Moreira elogiou a iniciativa da Pastoral da Educação e Cultura, e enfatizou que é louvável qualquer iniciativa que venha ajudar o aluno a superar a depressão.