Secretaria de Saúde de Redenção realiza grande frente de trabalho para zerar filas de atendimentos

Redenção conquistou recursos para 10230 atendimentos, entre consultas ambulatoriais especializadas, exames diagnósticos e cirurgias eletivas.

Secretaria de Secretaria Municipal de Saúde | Postado em: 13 de Setembro de 2019 | Por: Assessoria de Comunicação

A espera por consultas, exames e cirurgias eletivas de média e alta complexidade nos Hospitais Regionais do Pará é longa, estressante e em alguns casos fatal.

Preocupado com o aumento da demanda e demora no atendimento, o prefeito Iavé Araújo foi a Brasília buscar saídas para solucionar um problema, que até então parecia impossível de ser resolvido.

Através de emenda parlamentar e incremento do MAC, conseguiu recursos para realizar 10230 atendimentos, entre consultas ambulatoriais especializadas, exames diagnósticos e cirurgias eletivas.

Solução pelo município

Este número de pacientes a serem atendidos levou a Prefeitura Municipal a desenvolver um mutirão de especialidades, com o objetivo de zerar a demanda reprimida de pacientes da Regulação de Saúde.  O processo natural seria o encaminhamento de pacientes para as cotas ofertadas pelo Estado para o município de Redenção, porém, esta via levaria muitos anos para suprir a demanda de pacientes cadastrados.

Agora, demandas nas áreas de  cardiologia, mastologia, endocrinologia, dermatologia, gastroenterologia, hepatologia, nefrologia, urologia,oftalmologia, ortopedia, tomografia computadorizada, cirurgia vascular, neuropediatria e mamografia, serão atendidas via município.

A espera acabou

Aguardando há mais de dois anos por uma consulta com neurologista, Sônia mal acreditou quando o telefone tocou e veio a informação de que seria não apenas atendida pelo médico especialista, mas que faria a tomografia computadorizada pela rede municipal de saúde. “Eu senti meu coração acelerado e uma alegria imensa, pois o exame custa caro e minha família não tem condição de pagar particular. Obrigada meu Deus, obrigada prefeito, Deus te abençoe”, disse emocionada.

Etapas do Mutirão

Na primeira frente de trabalho, que visa zerar filas de espera, serão realizadas as consultas e exames de especialidades. Já na segunda etapa, as cirurgias eletivas serão realidade e, na terceira, haverá o mutirão de atendimentos da Atenção Básica nos bairros que ainda não têm postos de saúde.

Na Saúde Móvel, mutirão da atenção básica, foi firmada parceria entre Saúde e Assistência Social para levar, além de atendimento médico, exames, imunização, atendimento com a equipe volante do Cras, Bolsa Família e Mutirão da equipe de Endemias.

“Cuidar da saúde da nossa população é prioridade na minha gestão e compromisso de todos nós. Sinto-me realizado por estarmos prestando esse atendimento em larga escala” relata o prefeito, Iavé Araújo.

Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Redenção (Ascom)