Secretaria Municipal de Meio Ambiente decreta Estado de Emergência Ambiental

Secretaria Municipal de Meio Ambiente decreta Estado de Emergência Ambiental

Prevenção

Secretaria de Meio Ambiente | Postado em: 09 de Agosto de 2018 | Por: Assessoria de Comunicação

A Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma), decreta Estado de Emergência Ambiental no município de Redenção, de 15 de julho a 15 de setembro. Dentro desse período, fica proibido ao produtor rural usar do fogo para efetuar limpeza de pastagem.

Segundo o Secretário Municipal de Meio Ambiente, Aristóteles Alves, a medida visa regulamentar e orientar o produtor dos riscos que o fogo pode ocasionar, principalmente nesse período onde as condições climáticas estão desfavoráveis a essa prática e que os infratores responderão por crime ambiental.

“O decreto estabelece uma janela onde toda utilização do fogo fica vedada, uma medida necessária uma vez que temos tido altos índices de incêndios. No ano de 2017 registramos mais de 4 mil focos dentro do município. Estamos atentos,  monitorando diariamente, via satélite, e temos condições de identificar local, dia e hora de cada foco de incêndio e quem não cumprir irá responder via Ministério Público  por crime ambiental”, declarou Alves.

A Semma tem realizado um trabalho de conscientização para evitar que ocorram, como em anos anteriores, altos índices de incêndios. Além disso, diversas ações estão previstas durante o período de estiagem para garantir a conservação do meio ambiente. Entre elas está o envolvimento efetivo ao combate de crimes ambientais, de entidades civil e organizada que compõem o Comitê Municipal de Combate e Prevenção de Queimadas Ilegais e Incêndios Florestais de Redenção.

As queimadas são proibidas dentro desse período. Fora dele o produtor pode efetuar a limpeza de pastagem com fogo, desde que obtenha a licença ambiental para tal prática. (Assessoria de Comunicação).