POR QUE O PARQUE AGROINDUSTRIAL EM REDENÇÃO?

Investimento

SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, CIÊNCIAS E TECNOLOGIA | Postado em: 26 de Outubro de 2022

A região do Araguaia paraense, composta por 15 municípios ao entorno de Redenção, se destaca como a mais nova fronteira agrícola do Brasil.

Os municípios vizinhos juntos já ultrapassam trezentos mil hectares de área plantada, com um potencial de 1.8 milhões de hectares a serem explorados na atividade agrícola, e isto, tem atraído inúmeros investidores para a região.

O posicionamento logístico que Redenção se encontra é outro fator positivo para o desenvolvimento desta região, isto faz com que seja necessária a implantação de um local organizado e estruturado para a instalação de unidades empresariais.

Estudos técnicos da Prefeitura de Redenção, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia, apontaram a necessidade da implantação do Park Agroindustrial do Araguaia, local que está em fase de projeto arquitetônico e dentro da execução legal.

O objetivo é atender desde a pequena indústria a grandes projetos de transformação industrial, procurando ofertar oportunidades de emprego, renda e principalmente potencialização econômica para elevar a condição financeira e o poder de compra do redencense.

Indicadores socioeconômicos apontam que o perfil e o poder de compra do redencense, está acima da média nacional, isto abre espaço para centenas de outras possibilidades de negócios a serem implantados no Park Agroindustrial e no centro comercial do município.

Tal estudo levou a gestão pública municipal a criar o PRODER (Programa de Desenvolvimento Econômico de Redenção) com o intuído de ofertar benefícios aos novos investidores, com ações que juntas vão elevar o volume de emprego local.

Em resumo: a implantação do Park Agroindustrial do Araguaia, somada ao PRODER, busca trazer melhoria na economia, geração de emprego, poder de compra para o cidadão redencense e receita para ser aplicada na infraestrutura urbana e social do município. (Ascom/Secretaria de Indústria e Comércio, Ciência e Tecnologia).