PREFEITURA DE REDENÇÃO ENCERRA AÇÕES DO AGOSTO LILÁS

Valorização

Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social | Postado em: 02 de Setembro de 2022

Fechando a Campanha do Agosto Lilás, a Prefeitura Municipal de Redenção, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, através do CREAS e CRAS, realizou no dia 31/08, o evento de encerramento da programação.

O evento foi realizado no auditório do CRAS e contou com a presença de mulheres que participaram ativamente da programação, onde receberam orientações e conhecimentos sobre importância de denunciar os casos de violência doméstica por meio do “Disque 180”.

Presentes no evento a psicóloga Rosa Maria Aurélio dos Santos do Tribunal de Justiça e das delegadas da DEAM Francianne Machado e Cristian Batista, contribuíram através de palestras, estimulando e encorajando as mulheres   a denunciarem os agressores. Foi lembrado também que a gravidade e a complexidade sempre foi uma grande preocupação, porém, a melhor forma de combater esse tipo de violência será manter as mãos dadas para lutar contra esse mal.

Tendo como público alvo as mulheres, o objetivo foi da Campanha foi conscientizar a sociedade sobre a importância de denunciar todas as formas de violência, e, fazer uma avaliação de como anda a aplicabilidade das leis e ações do poder público no município.

Essa ação em prol da Campanha do Agosto Lilás, também lembrou os 16 anos de criação da Lei Maria da Penha, e, assim finalizando o ciclo de atividades educativas, que consisti em mobilizar a sociedade, do seu papel e da responsabilidade que o poder publico tem no enfrentamento da violência contra a mulher.

 

TIPOS DE VIOLÊNCIA

A violência não é só física, também abrange todos os atos  de violação dos direitos civis (liberdade, privacidade, proteção igualitária); sociais (saúde, educação, segurança, habitação);econômicos (emprego e salário); culturais (manifestação da própria cultura) e políticos (participação política, voto).

A violência se expressa das mais diversas formas sendo a mais conhecida, a violência física, infelizmente não estamos imune a nenhuma delas que são:

Violência Emocional/Psicológica

Xingar, humilhar, ameaçar, amedrontar, intimidar, criticar continuamente, desvalorizar, diminuir a autoestima, chantagear, constranger, etc.

Violência Sexual

A vítima é obrigada a presenciar, manter ou participar de relação sexual ou contato físico não desejado por meio de intimidação ou uso da força, forçar a olhar imagem de pornografias, impedir de prevenir a gravidez e fazer aborto; forçar a se prostituir.

Violência Física

Agressão física que pode ou não deixar marcas como: Empurrões, chutes, tapas, socos, puxões de cabelos, arremesso de objetos com a intenção de machucar, sacudir ou segurar com força, cortar, queimar, etc.

Violência Patrimonial

Quando há retenção, furto, destruição de bens matérias ou objetos pessoais da vítima como: instrumentos de trabalho, documentos e roupas, controlar ou tirar dinheiro contra a sua vontade.

Violência Moral

Depreciar a imagem e a honra da vitima por meio de calunia, difamação e injuria, como espalhar boatos e falsas acusações. Essa violência também pode ocorrer pela internet, como o compartilhamento de fotos intima. (Ascom/Assistencia Social)