REDENÇÃO ENCONTRA INÚMERAS OPORTUNIDADES NO I ENCONTRO SETORIAL DO AGRONEGÓCIO

Valorização

SECRETARIA MUNICIPAL DE INDÚSTRIA, COMÉRCIO, CIÊNCIAS E TECNOLOGIA | Postado em: 01 de Julho de 2022

A Prefeitura de Redenção, através da Secretaria Municipal de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia, junto a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (SEDEME) realizou no município o I Encontro Setorial do Agronegócio que teve entre diversos temas, soluções e oportunidades para desenvolver e avançar no agronegócio regional.

Representantes de órgãos municipais, produtores rurais, representantes das agências bancárias e de cooperativas de crédito, além de agentes provedores de energia, agências de regularização fundiária trouxeram, em três dias de evento e em quinze palestras para mudar o cenário do agronegócio paraense.

O secretário municipal de Indústria, Comércio, Ciência e Tecnologia da Prefeitura de Redenção, Carlos Gonçalves, disse que o município sofrerá uma transformação benéfica muito grande no que se refere a seu desenvolvimento. “Nossa cidade, vai mudar muito. É natural que em alguns anos, a metamorfose de Redenção acontecerá devido a instalação de empreendimentos que aqui todos os dias chega, e isso incluirá o crescimento da estrutura do agronegócio que já se destaca”, explicou.

O secretário Gonçalves falou também sobre um projeto que será implantado em Redenção e que ratifica o que ele prevê: “O Parque Agroindustrial vem aí. Preparamos um projeto para a instalação do parque que também tem um documento que cederá a área, documento este que já foi assinado pelo governador Helder.”, afirma. “Após essa tramitação, o trabalho de desmembramento dessa área e estruturação começa, graças a futura parceria com a Companhia de Desenvolvimento Econômico do Estado-CODEC”, completa.

O diretor de Desenvolvimento da Indústria, Comércio e Serviços da SEDEME Mauro Barbalho, disse que será feito um levantamento de todas as demandas apresentadas nos três dias de evento para que a SEDEME possa acertar nas contribuições para o setor agropecuário.

Valdir Fries, um produtor paranaense e investidor agrícola que esteve todos os dias no evento, disse que esteve na região Sul e Sudeste do Estado há muito tempo e que desde aquela época pode ver e se certificar do potencial agroindustrial do Pará. “Estamos produzindo soja há cerca de 18 anos e nós como participantes da primeira safra de soja e de milho, estamos investindo cada vez mais nisso, a partir do momento em que vamos conhecendo a região, tendo firmeza e oportunidades e esse evento mostra isso”, disse.

O próximo município que recebeu o evento, assim como foi programado pela SEDEME, foi a cidade de Paragominas iniciado na última quarta-feira (29) e encerrado com sucesso na última sexta-feira (01). (Ascom-Sicoct)