Redenção será a sede do 7ª Núcleo do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves

Responsabilidade

Prefeitura Municipal de Redenção | Postado em: 18 de Dezembro de 2021

A direção geral do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) e a Prefeitura Municipal de Redenção assinaram, na sexta-feira (17), o termo de cooperação técnica para a construção do 7º Núcleo Avançado do órgão.

“Estamos hoje assinando esse termo de cooperação para a implantação do Centro de Perícias Científicas que é muito importante para nossa cidade e região. Quero agradecer ao Governador Helder Barbalho que deu o sinal verde para que tudo isso acontecesse hoje”, enfatizou o Prefeito de Redenção, Marcelo Borges.

A construção do Núcleo Avançado do CPCRC de Redenção será de responsabilidade da Prefeitura que já possui o terreno que irá abrigar o posto.

“Já estamos com um galpão que será adaptado dentro das normas que a direção do Centro de Perícias determinou para abrigar as salas para os serviços da perícia. Estamos cuidando das licitações para que as obras comecem o quanto antes”, disse Wilker Muniz, Secretário Municipal de Obras.

Entre os serviços prestados no Núcleo Avançado de Redenção estarão às demandas ou solicitações policiais de perícia de crimes ocorridos na região, assim como os serviços da medicina legal como exames sexológico forense, agressão física, necropsiais, entre outros.

A necessidade de um núcleo avançado em Redenção se explica pela distância, já que para contar com a perícia criminal é necessário acionar a Unidade Regional do CPCRC de Marabá, responsável para as ocorrências da região do Araguaia, distante quase 350 km, que trazem dificuldades para a população.

“As ocorrências que necessitam de perícia precisam ser acionadas por meio da UR de Marabá, que é distante de Redenção e os municípios vizinhos. Com um núcleo avançado em Redenção, a perícia estará presente e vai beneficiar cerca de 15 municípios”, declarou o perito criminal Celso Mascarenhas, diretor-geral do CPCRC. (Ascom – Prefeitura de Redenção).