Supermercados terão limites de clientes para realizar compras

Responsabilidade

Secretaria de Prefeitura Municipal de Redenção | Postado em: 29 de Maio de 2020 | Por: Assessoria de Comunicação | Atualizada em: 29 de Maio de 2020

Membros do Gabinete de Crise, com a participação do prefeito Carlo Iavé, se reuniram em videoconferência, com representantes de supermercados, vigilância sanitária, secretaria de saúde, para tratar sobre as aglomerações dentro dos supermercados.

Ficou definido que a partir do dia 10 de junho haverá limites de pessoas dentro dos supermercados. Os clientes vão retirar uma senha e esperar a vez de entrar no local, assim os supermercados somente poderão trabalhar com um terço da lotação. Cada cliente terá até 45 minutos para fazer as compras. Os supermercados vão humanizar a entrada com tendas para os clientes.

MAIS

Na quarta-feira (28/05), em videoconferência, membros do gabinete de crise se reuniram para definir regras em caso de necessidade de adotar lockdown no município. Os integrantes do gabinete entenderam que se trata de uma situação extremamente grave, que requer muito cuidado e critérios rigorosos para a adoção. Após ouvir a equipe de saúde, convencionou-se que o Gabinete deverá se reunir emergencialmente, para avaliar se o lockdown será decretado caso o município chegue a registrar 70% da ocupação dos leitos disponíveis.

O Gabinete ainda ouviu da equipe de saúde detalhes sobre a instalação da Unidade de Referência de Apoio, Diagnóstico e Tratamento do Covid-19, que já está funcionando nas dependências do posto de saúde do setor Marechal Rondon, tendo os serviços habituais do postinho sido transferidos para o posto de saúde da Vila da Pedra.

A infectologista do município, Fabrícia Lustosa, apresentou detalhes das formas de tratamento aplicadas aos pacientes do município, informando que o protocolo adotado é o de tratamento precoce, com exceção dos pacientes assintomáticos. Também explicou que os pacientes estão sendo acompanhados, diariamente, por ligações e vídeos chamadas.

Na ocasião, foi relatado que o município já encontra dificuldade na aquisição de medicação e que busca fornecedores com urgência para resolver a questão.

Quanto à instalação do hospital de campanha, foi informado ao Gabinete que no momento ainda está sendo avaliada a mudança no quadro epidemiológico da região, o qual está apresentando um aumento expressivo nos casos, na região de Ourilândia/Tucumã.

Após as explicações iniciais, foi aberta a participação aos proprietários de academia, que fizeram um relato da situação complicada pela qual atravessa o setor, sob o ponto de vista econômico.

Ao final, ficou acordada que na data de 8 de junho será realizada apresentação de uma proposta de reabertura, atendendo às medidas rigorosas de controle das atividades. O mesmo deverá acontecer com o setor de restaurantes. Somente após ouvir a proposta, o Gabinete decidirá sobre a reabertura ou não dessas atividades. (Ascom – Prefeitura de Redenção).